Rua Labatut, 71 - São Bernardo do Campo - SP 11 4941-3662
Descontaminação de água subterrânea

Descontaminação de água subterrânea

Clique nas imagens para ampliar

As informações a seguir tem como objetivo auxiliar estudantes, docentes, profissionais da área ambiental e empresas de consultoria que atuam no gerenciamento de áreas contaminadas.

REMEDIAÇÃO DE ÁGUA SUBTERRÂNEA

A descontaminação de água subterrânea consiste em tratar e remover os contaminantes existentes no aquífero freático sejam eles em fase livre ou fase dissolvida.

A descontaminação de água subterrânea é realizada quando as concentrações das substâncias químicas de interesse analisadas na área alvo de estudo ultrapassam as concentração máximas aceitáveis (CMAs) determinadas de acordo com os cenários de exposição existentes, trazendo riscos à saúde humana e ao meio ambiente.

Como métodos de descontaminação de água subterrânea mais utilizados na remoção de hidrocarbonetos dissolvidos podem ser citados os métodos físicos (bombeamento e tratamento, extração multifásica e injeção de ar); métodos químicos (oxidação química in situ); e, métodos biológicos (biorremediação).

A biorremediação utiliza microrganismos degradantes dos contaminantes orgânicos, diminuindo a massa dos contaminantes no aquífero freático para descontaminação de água subterrânea.

A oxidação química para descontaminação de água subterrânea consiste em introduzir um composto químico na área impactada capaz de reagir com o contaminante provocando a degradação do mesmo, e, consequentemente, a redução da massa dos contaminantes.

O método Pump & Treat (bombeamento e tratamento) para descontaminação de água subterrânea, através de poços de bombeamento instalados nas áreas de interesse, recupera os contaminantes em fase dissolvida através da utilização de bombas associadas a um compressor de ar, sugando a água do poço e encaminhando-a para a caixa separadora água/óleo (SAO) para separação das fases livre e dissolvida. A fase livre é armazenada para destinação e a fase dissolvida é encaminhada para um tanque de carvão ativado, o qual realizará a remoção dos contaminantes antes do descarte.

O sistema MPE (extração multifásica) recupera os contaminantes em fase livre, dissolvida e vapor. As fases livre e dissolvida recuperadas seguem o mesmo procedimento realizado no sistema Pump & Treat para descontaminação de água subterrânea, e o vapor é liberado para a atmosfera.

O último método físico - injeção de ar (Air Sparging), provoca o arraste dos contaminantes através do borbulhamento, volatilizando os compostos e aumentando a biodegradação dos contaminantes.

A escolha do método de remediação de água subterrânea deve levar em consideração o tipo de contaminante e as características do meio físico, para seleção do método mais eficaz de acordo com cada estudo realizado, bem como os custos envolvidos para viabilização do projeto.

Gostou? compartilhe!