Rua Labatut, 71 - São Bernardo do Campo - SP 11 4941-3662
Remediação de água subterrânea

Remediação de água subterrânea

Clique nas imagens para ampliar

As informações a seguir tem como objetivo auxiliar estudantes, docentes, profissionais da área ambiental e empresas de consultoria que atuam no gerenciamento de áreas contaminadas.

REMEDIAÇÃO DA ÁGUA SUBTERRÂNEA

A remediação de água subterrânea tem como principal objetivo remover e tratar os contaminantes em fase livre sobrenadante ao aquífero e fase dissolvida no lençol freático.

A remediação de água subterrânea é necessária quando, após a etapa de avaliação de risco de uma área contaminada, é constatado risco real à saúde humana para os cenários de exposição existentes de acordo com as características do local, entorno e receptores da região de estudo.

Dentre os métodos de remediação de água subterrânea mais utilizados para remoção de hidrocarbonetos, destacam-se: biorremediação, bombeamento e tratamento da água subterrânea (Pump & Treat), extração multifásica (MPE), injeção de ar (Air Sparging) e oxidação química in situ.

A biorremediação consiste na utilização de microorganismos para degradação dos contaminantes orgânicos.

O remediação de água subterrânea por bombeamento e tratamento (Pump & Treat) utiliza bombas de alta capacidade associadas a um compressor de ar que por diferença de pressão faz com que a água do poço de bombeamento seja encaminhada a uma caixa separadora água/óleo separando a fase livre (quando existente) da fase dissolvida. A fase dissolvida é então encaminhada para o tanque de carvão ativado para remoção dos contaminantes antes do descarte do efluente.

A extração multifásica (MPE) caracteriza-se por extrair simultaneamente vapores e líquidos a partir de um mesmo duto. O sistema cria um vácuo mobilizando para este as fases vapor e líquida através de bombas inseridas nos poços de extração. Após a separação das fases, o vapor é liberado na atmosfera e as fases livre e dissolvida são encaminhadas para uma caixa separadora água/óleo, assim como feito no sistema Pump & Treat.

O método de injeção de ar (Air Sparging) é utilizado para remediação de água subterrânea produzindo o borbulhamento da água do aquífero contaminado provocando o arraste dos contaminantes por volatilização, aumentando desta forma, a biodegradação dos hidrocarbonetos dissolvidos.

A oxidação química tem se mostrado o método mais eficaz na remediação de água subterrânea devido ao baixo custo de aplicação e bons resultados na degradação dos contaminantes no aquífero freático. O método consiste em introduzir nos poços de injeção, oxidantes capazes de reagir com os contaminantes promovendo a degradação dos mesmos e consequentemente a redução de massa dos compostos químicos encontrados no site contaminado.

A escolha do método de remediação de água subterrânea deve levar em consideração o tipo de contaminante e as características do meio físico, para seleção do método mais eficaz de acordo com cada estudo realizado.

Gostou? compartilhe!